CRIOLIPÓLISE

 

A Criolipólise é uma técnica inovadora para redução de gordura localizada, com base no congelamento da gordura subcutânea, o que leva a sua eliminação. Para isso, o aparelho utiliza uma nova tecnologia de resfriamento intenso e localizado, o qual pode chegar até -11°C e pode ser mantido por até uma hora por região.

O método, que não é invasivo e não necessita de anestesia ou qualquer substância injetável , é o que existe hoje de mais seguro e eficaz no mercado da estética. Com a aplicação do frio intenso, ocorre o congelamento da gordura armazenada nos adipócitos que se encontram sob a derme, no tecido subcutâneo. Com esse congelamento, os lipídios sofrem uma mudança estrutural, assumindo um formato conhecido como fractal. Sua grande segurança se deve ao fato de que o congelamento aplicado não afeta os tecidos adjacentes e, nesta técnica, não há riscos de comprometimento hepático ou de qualquer outro órgão devido ao processo de eliminação da gordura.

É justamente graças à esta mudança estrutural que a gordura é eliminada. Segundo já foi demonstrado por diversos artigos científicos, uma vez tendo assumido o formato fractal, os lipídios não são mais reconhecidos pelo organismo, e, desta forma, passam a ser encarados como “corpos estranhos” dentro das células adiposas.

Em decorrência disso, o organismo desenvolve uma resposta inflamatória, na tentativa de eliminar as células que contém gordura no estado fractal. E é através dessa resposta inflamatória, que ocorre de forma bastante lenta – até 90 dias, que a gordura é eliminada do corpo.

Com a Criolipólise, numa única aplicação, a camada de gordura na área tratada pode reduzir, em média, de 20% a 25%. Se o programa de tratamento do paciente exigir outra aplicação mais uma redução de 20% a 25%, em média, poderá ser obtida. As perdas totais podem ser maiores ou menores, dependendo do tipo de gordura , localização e metabolismo do paciente. Além disso, é importante lembrar que os resultados não são vistos imediatamente, podendo levar até 3 meses para chegarem ao estágio final. É possível dizer que em 15/20 dias já se pode observar alguma redução da gordura no local da aplicação, mas o resultado final somente é obtido ao final dos 90 dias após a primeira aplicação.

Indicações: A Criolipólise é indicada para pessoas que possuem gordura localizada, ou seja, o tratamento não é indicado para pessoas obesas.

Forma de aplicação: O paciente e o profissional selecionam a(s) área(s) a ser(em) tratada(s). Com base na avaliação da região, o operador realiza a programação da máquina, aplica a película protetora sobre o local a ser tratado e aplica a manopla mais indicada sobre a área. O congelamento local é feito através de duas placas de resfriamento que envolvem a região selecionada para o tratamento, a qual fica retida dentro do aplicador por conta da intense sucção que é aplicada à área. A sensação é de um puxão firme , que deve ser forte o suficiente para garantir que o tecido da área selecionada forme uma “prega de gordura” e seja resfriado da forma mais eficiente possível.

Nos primeiros minutos, quando as placas começam a funcionar, o paciente deve sentir certo aquecimento no local e, em seguida, uma sensação de frio intenso, o qual será dissipado rapidamente. O paciente deverá ficar sentado ou deitado confortavelmente durante o procedimento, que pode durar até uma hora.

O procedimento com a Criolipólise é completamente não invasivo (sem anestesia, agulhas e cirurgia) e, portanto, o paciente poderá voltar às suas atividades rotineiras imediatamente. Enquanto o paciente mantiver seu peso com uma dieta normal e exercícios regulares, resultados a longo prazo serão mantidos. O aparelho é indicado para pessoas que estão no peso certo mas tem gordura localizada.

Após a aplicação, os pacientes poderão apresentar vermelhidão, pequenos hematomas, formigamento ou dormência na área tratada, mas estes são apenas efeitos temporários.

Contra-indicações: O tratamento pode ser aplicado em pessoas a partir dos 18 anos, sendo contra-indicado apenas para as gestantes, diabéticos, pós-operados recentemente e pessoas com sensibilidade ao frio.

Cuidados no pós-tratamento: Não há necessidade de anestesia e a recuperação é tranquila. O paciente pode retornar às atividades normais imediatamente após o procedimento. A pele pode ficar vermelha por alguns minutos, ou mesmo temporariamente sensível.